Glossário

  • A

    Área bruta comercial (ABC): corresponde ao somatório de todas as áreas comerciais dos Shopping Centers, ou seja, a ABL somada às áreas comerciais de propriedade de terceiros.

    ABEP: Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa.

    ABM&N: Associação Brasileira de Marketing & Negócios.

    ABRASCE: Associação Brasileira de Shopping Centers.

    ALSHOP: Associação Brasileira de Lojistas de Shopping.

    Análise Vertical (AV): Quando relativa à conta de resultado, consiste em percentual sobre o total da Receita Líquida de Aluguéis e Serviços; quando relativa à conta do ativo no balanço patrimonial, consiste em percentual sobre o total do ativo; e quando relativa à conta do passivo, consiste em percentual sobre o total do passivo.

    Associação de Lojistas: Associações, pessoas jurídicas de direito privado, constituídas pelos lojistas e empreendedores deShopping Centers que objetivam a satisfação do interesse comum dos lojistas.

    Área Bruta Locável ou ("ABL Total"): refere-se à soma de todas as áreas de um shopping disponíveis para aluguel com a exceção dos quiosques.

    ABL Próprio: refere-se ao ABL total multiplicado pela nossa participação no shopping.

    Âncora: Grandes lojas conhecidas do público, com características estruturais e mercadológicas especiais, que funcionam como força de atração de consumidores, assegurando permanente afluência e trânsito uniforme destes em todas as áreas do Shopping Center.

  • C

    CAGR: composta de crescimento anual.

    CPC: Comitê de Pronunciamentos Contábeis.

    Custo de Ocupação como % das vendas: Aluguel (mínimo + percentual) + encargos comuns + fundo de promoção dividido pelas vendas totais. (Este item deve ser analisado do ponto de vista do lojista).

    Cash on cash: NOI estabilizado (4 anos após inauguração) sobre capex líquido (investimento total - receita de taxa de cessão).

  • E

    ECISA: A ECISA Engenharia conjuntamente com a ECISA Participações, as quais têm como principal atividade a participação, direta ou indireta, em Shopping Centers.

    EBITDA (Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization): Lucro Bruto - despesas com vendas, gerais e administrativas + depreciação + amortização.

    EBITDA Ajustado: EBITDA + efeitos da linearização das receitas de aluguel mínimo e CDU - outras receitas operacionais referentes à propriedade para investimento + receita da debênture de participação nos lucros do shopping Araguaia.

    EV/EBITDA: Valor de Mercado da Companhia no final do período + Dívida líquida / EBITDA Ajustado anualizado.

  • F

    FFO Ajustado (Funds From Operations): Lucro Líquido + Depreciação + Amortização -Variação Cambial sobre o principal do perpétuo- Ajuste do Swap a Mercado - Impostos não caixa + linearização das receitas de aluguel mínimo e CDU - outras receitas operacionais referentes à propriedade para investimento - impostos diferidos referentes à propriedade para investimento.

  • G

    GDR: Global Depositary Receipts

    GDS: Global Depositary Shares, cada GDS representa duas ações. Os GDSs são representados por GDRs e foram emitidos nos termos do contrato de depósito com o JPMorgan Chase Bank.

  • I

    IFRS: International Financial Reporting Standards.

    Informações Financeiras Consolidadas Pro-Forma Ajustadas: incluem ajustes às suas demonstrações financeiras consolidadas Pro-Forma para apresentar os efeitos das aquisições de EGEC e DACOM ocorridas em 10 de outubro de 2006 como se tivessem ocorrido em 1º de janeiro de 2006.

    Inadimplência: medida no último dia útil de cada mês considerando o total faturado no mês sobre o total recebido referente ao mesmo mês. Não considera lojas inativas.

    Inadimplência Líquida: Leva em consideração não apenas os valores recebidos referentes aos vencimentos do mês como também de boletos em aberto de vencimentos anteriores.

  • L

    Lei 11.638: A Lei n 11.638 tem como finalidade a inserção das companhias abertas no processo de convergência contábil internacional. Dessa forma, alguns resultados financeiros e operacionais sofreram alguns efeitos contábeis decorrentes das mudanças definidas pela nova Lei.

    Leasing Spread: Comparação entre o Aluguel Médio do novo contrato e o AMM faturado do contrato antigo para o mesmo espaço.

  • M

    Malls: Áreas comuns dos Shoppings Centers (corredores) locadas para a colocação de stands, quiosques e similares.

    Merchandising: Aluguel de espaço para propaganda e promoções de produtos e serviços.

    Mix de Lojas: Plano de distribuição dos tipos e tamanhos de lojas pelo Shopping Center, de modo a gerar conveniência lucrativa para os lojistas e para os empreendedores dos Shopping Centers. Tradicionalmente, os Shopping Centers dividem suas categorias de lojas, que compõem o Mix de Lojas, em alimentação, artigos domésticos, vestuário, lazer, conveniência, serviços e miscelânea.

    Multiplex: Complexo de diversas salas de exibição de cinema, geralmente construídas no formato stadium, em que os assentos são dispostos em inclinações de aproximadamente 30 graus, permitindo ao público livre visualização das telas, independentemente da localização do assento.

  • N

    Net Operating Income ou ("NOI"): Receita bruta dos shoppings (sem incluir receita de serviços) menos o custos dos shoppings mais a depreciação e a amortização + Debênture Araguaia.

    NOI Mesmos Shoppings: Variação do NOI dos shoppings que hoje estão em nossa carteira proporcional a nossa participação atual para ambos os períodos em comparação.

  • P

    P/FFO: Valor de Mercado da Companhia / FFO Ajustado anualizado.
  • R

    ROE: Lucro Líquido Ajustado anualizado / Patrimônio Líquido

    ROIC : EBIT anualizado * (1 - taxa de impostos efetiva) / capital investido

  • S

    Same store sales (SSS): Comparativo das vendas declaradas das mesmas lojas que se encontravam no mesmo local no período atual e no mesmo período do ano anterior.

    Same store rent (SSR): Aluguéis das mesmas lojas que se encontravam no mesmo local no período atual e mesmo período do ano anterior.

    SEC: Securities and Exchange Commission dos Estados Unidos.

    Shopping Center ou Shopping: Empreendimentos comerciais que reúnem em um só um conjunto arquitetônico lojas comerciais, serviços de utilidade pública, casas de espetáculo, cinemas, estacionamento, dentre outros estabelecimentos comerciais.

    Shoppings por Classe Social (Critério Brasil): O Critério Brasil está relacionado com o poder de compra dos indivíduos e famílias urbanas do país. É definido a partir do LSE do IBOPE. De acordo com este critério os shoppings de nosso portfólio estão classificados da seguinte maneira:

    • Classe Alta: Villa Lobos e Fashion Mall;
    • Classe Média Alta: Goiânia, Iguatemi Caxias, Plaza Niterói e Rio Plaza;
    • Classe Média: Amazonas, Independência; Campo Grande, Curitiba, Norte Shopping, Campinas Shopping, ABC, Metrô Santa Cruz, Piracicaba, Tamboré, Belém, Esplanada, Mueller, São Luís, Recife, Natal, Iguatemi Maceió e Pantanal;
    • Classe Média Baixa: Metrô Tatuapé, BIG, Minas, TopShopping, Osasco, Araguaia, Del Rey, Estação, Center, Ilha Plaza e West.
  • T

    Taxa de Ocupação: ABL total alugado dividido por ABL total.

    Turnover das lojas: Soma de todo ABL das Novas Negociações dos últimos 12 meses - variação do ABL das lojas vagas do últimos 12 meses / média do ABL dos últimos 12 meses.

  • U

    US GAAP: Práticas contábeis geralmente aceitas nos Estados Unidos.